sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Olhe, se faz favor, é uma bateria, bem cheia.

Uma vez fui pegar no velhote e pimba nada de de nada!
Rodo a chave mais uma vez ... nada!
Dou conta que as luzes tinham ficado ligadas o dia todo e por essa razão a bateria foi à vidinha dela, com tamanho mal trato.
Perto do local de trabalho há um cafézinho, que costumo frequentar. Resolvi ir até lá e perguntar se alguém tinha cabos de ligação que me pudessem emprestar por uns breves minutos.
Nada de cabos!
O senhor António, dono do café, que já me conhece, muito simpático, diz que me empresta a bateria do carro dele para eu poder ir para casa. Fiquei atónita. Emprestar-me a bateria do seu próprio carro? Aceitei, não havia outra solução, a não ser chamar o reboque.

No dia a seguir devolvi a bateria ao sr. do café.

É caso para dizer: - É um café e uma bateria, bem cheia e quentinha "faxabor"!



Imagem retirada da net

2 comentários:

  1. Hoje tambem preciso de me ligar a baterias!!!

    ResponderEliminar
  2. Há dias em que dava muito jeito ter umas baterias portáteis :)

    ResponderEliminar